Pele oleosa: como cuidar?

O rosto é o nosso cartão de visita. Por isso é preciso desprender algum tempo cuidando dele. Só que existem diferentes tipos de pele, que exigem diferentes formas de cuidado. Hoje, vamos falar especificamente da pele oleosa.

Pele oleosa: o que é

A pele oleosa é causada pelo excesso de produção de sebo pelas glândulas sebáceas, que começa a acontecer durante a puberdade tanto para homens quanto para mulheres. A quantidade produzida varia de pessoa para pessoa, mas para algumas a quantidade é excessiva, dando à pele um aspecto brilhante e oleoso.

Uma pele oleosa pode ser desconfortável e irritante, e as pessoas com pele oleosa tendem a ter mais problemas com acne.

Pele oleosa: motivos

A hereditariedade é um dos principais motivos para a condição de pele oleosa, porém outros fatores também contribuem para a produção de sebo na pele, como excesso de sol, variações climáticas, estresse e alimentação rica em gordura e alimentos industrializados.

Tanto o sol quanto o calor em excesso estimulam o funcionamento das glândulas sebáceas, favorecendo o aumento da oleosidade.

Agora que você já sabe o que é pele oleosa, e os principais motivos para que a pele tenha essa condição, confira 3 dicas simples e rápidas que podem lhe ajudar a controlar a produção de sebo e impedir que a sua pele fique brilhando.

  1. Lave bem o rosto

Calma! Não estamos falando para você lavar o rosto 5x ao dia. Até porque, lavar o rosto muitas vezes pode ressecar a pele e causar irritação.

O importante não é a quantidade, mas a qualidade. Para ter um bom resultado, lave o rosto duas vezes ao dia, sempre com um sabonete neutro e de preferencialmente com água fria para não estimular a produção de sebo. Se você possui acne, escolha um sabonete anti seborreico.

Procure os ácidos alfa-hidroxi (AHAs), tais como ácidos cítrico, láctico ou glicólico na composição dos produtos. Eles atuam de diversas maneiras, ajudando a remover as células mortas da pele, reduzir o óleo e combater a infecção.

  1. É preciso hidratar

Muitos homens acreditam que por ter uma pele oleosa, não precisam usar um hidratante. Mas isso não é verdade! A hidratação é muito importante para todos os homens, e em especial para aqueles que têm a pele mais oleosa, pois impede que as glândulas sebáceas trabalhem mais para compensar o ressecamento causado pela limpeza com água e sabonete.

Escolha o produto com cuidado e procure um hidratante sem óleo e não-comedogênico (produtos concebidos para não obstruírem os poros). Evite qualquer hidratante que contenha lanolina, petrolato ou miristato de isopropila.

  1. Proteja seu rosto

A maioria dos homens que possuem a pele oleosa, não gostam de usar nenhum produto facial, pois acreditam que isso irá piorar o aspecto do rosto.  Mas o protetor solar é fundamental para manter a pele saudável, evitando seu envelhecimento precoce e as manchas.

Quem tem pele oleosa de escolher hidratantes de textura leve e não gordurosos, escolha protetores solares livre de óleo e não comedogênicos.

  1. Alimentação saudável

Além de limpar as impurezas com um sabonete específico e apostar em esfoliações frequentes, por exemplo, também é muito importante seguir uma dieta que ajude a tratar a derme de dentro para fora! Existem vários alimentos que ajudam a controlar a produção de sebo e resolver o problema da oleosidade.

Um dos cuidados mais importantes para controlar a oleosidade da pele é investir em alimentos ricos em vitaminas! Os que contam com a vitamina A, por exemplo – como a cenoura, mamão, espinafre e manga – têm poder antioxidante e diminuem a oleosidade por ajudarem a regular a produção das glândulas sebáceas. Já os que apresentam os benefícios das vitaminas C ou E – como é o caso da laranja, da uva, das frutas vermelhas e das amêndoas – são ótimos para essa função por também serem antioxidantes e cicatrizarem, com mais facilidade, os cravos e espinhas que costumam surgir na pele oleosa.

Aliado à alimentação adequada – com todos os componentes adequados e com a menor quantidade de gordura possível -, o consumo correto de água também faz toda a diferença na pele oleosa. É que, hidratando o corpo de dentro para fora, você consegue controlar a produção das glândulas sebáceas; ou seja, impedir que elas produzam mais óleos por acharem que a derme está ressecada.

Sendo assim, procure adquirir o hábito de beber de 1 a 2 litros de água por dia, redobrando esse cuidado quando consumir bebida alcoólica para repor toda a hidratação perdida e evitar a degradação do colágeno.

Conclusão

A pele oleosa tem um brilho extra, que incomoda homens e mulheres. Mas existem cuidados simples e fáceis de ser implantado que ajudam a controlar a produção de sebo, diminuindo o aspecto brilhoso da pele.

O primeiro passo é lavar o rosto, com sabonete neutro e água gelada, duas vezes ao dia. Sabemos que a vontade de lavar o rosto mais vezes é grande. Mas ao fazer isso, você acabará provocando um efeito reverso.

Em seguida, hidrate o rosto. Muitas vezes o rosto produz sebo em excesso, para compensar uma pele desidratada.  Por isso, para diminuir a oleosidade do rosto é preciso mantê-la hidratada.

E por último, mas não menos importante, tenha uma alimentação balanceada. A alimentação mais saudável para a pele é aquela rica em fibras, vegetais crus, frutas, legumes, leite e derivados magros.

Gostou das dicas? Simples, não é mesmo? Não há desculpas para continuar tendo uma pele oleosa.

ESCRITO POR WBUSCATTI